segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Les Paul

Morre aos 94 anos Les Paul, pai da guitarra elétrica
Músico morreu em um hospital da cidade de White Plains, no estado americano de Nova York

O lendário músico americano Les Paul, conhecido como o "pai do guitarra elétrica" e de várias técnicas de gravação que revolucionaram o rock, morreu nesta quinta-feira aos 94 anos, informou a fabricante de instrumentos musicais Gibson, empresa à qual esteve ligado desde a década de 50. Lester William Polsfuss, nome completo do aclamado músico e inventor nascido em Waukesha, no norte dos Estados Unidos, em 1915, morreu em um hospital da cidade de White Plains, no estado americano de Nova York, após "complicações de uma grave pneumonia", informou a Gibson em um comunicado de imprensa.
"Ele vinha recebendo o melhor tratamento disponível durante sua última batalha, quando mostrou força, tenacidade e coragem incríveis", acrescenta a nota sobre a morte do artista, que, ao longo de sua vida, sobreviveu a um grave acidente de trânsito e a uma delicada cirurgia no coração. Com uma carreira que começou na década de 30 e que durou até seus últimos dias, Paul fica na história como o grande responsável da eletrificação da guitarra, graças ao famoso modelo Les Paul, o predileto de artistas aclamados como Keith Richards, Paul McCartney e B.B. King, entre muitos outros. "O mundo perdeu hoje um ser humano excepcional e verdadeiramente inovador. Ninguém no mundo conseguiu igualar suas técnicas", disse no comunicado o executivo-chefe da Gibson, Henry Juszkiewicz. Paul começou sua carreira artística no jazz e, aos 13 anos, já tocava em público. Desde cedo mostrou interesse em conseguir melhorar os instrumentos musicais de seu tempo, paixão que o levou a criar a primeira guitarra elétrica de corpo sólido. "Queria demonstrar que conseguir uma tampa sólida, sem vibrações, era o caminho a seguir", explicou à época o próprio artista sobre a criação em 1941 da guitarra The Log ("O Tronco"), precursora da sua invenção mais venerada, instrumento com o qual conseguiu "amplificar a pureza das cordas sem a interferência da ressonância da madeira no som". Paul também foi um artista de sucesso, dividindo o palco com nomes da estirpe de Bing Crosby e emplacando sucessos como It's been a long, long time e Lover (When You're Near Me), que em 1947 lançou as bases para o que viria ser a gravação em múltiplas faixas de áudio — a música possuía oito partes diferentes de guitarra elétrica que soavam simultaneamente. Já em outro sucesso, How High the Moon (1950), o guitarrista era acompanhado de sua companheira artística e sua futura esposa, Mary Ford. Nesta música, mais uma vez Paul inovou ao utilizar uma enorme gama de efeitos até então inéditos. Em paralelo, o músico continuou em busca da guitarra elétrica definitiva, algo que começou a atingir em 1952, ano dos primeiros modelos Gibson Les Paul. O mundo conheceu assim as guitarras Les Paul Goldtop, "Black Beauty" ("Beleza Negra", em tradução livre), Les Paul Junior, Les Paul Special e Les Paul Standard, entre outros modelos eternizados por artistas lendários como Led Zeppelin, Santana, Metallica, U2 e Pearl Jam, entre dezenas de outros. Les Paul, que fazia parte dos halls da fama do Rock and Roll, dos prêmios Grammy e dos inventores americanos, deixa quatro filhos, cinco netos e cinco bisnetos.
Fonte :

Nenhum comentário:

Postar um comentário