sexta-feira, 22 de outubro de 2010

http://www.fgv.br/cpdoc - PESQUISE E SAIBA MAIS

Nesta edição:

Sociologia, Pós-colonialismo e Teoria Social no Brasil (debate)
Laboratório de Estudos sobre Militares (apresentações)
Diálogos: Cultura e Inovação (seminário)
Europa, Brasil e América Latina: perspectivas e relações contemporâneas (evento)
Gordon Institute of Business Science vem ao CPDOC

 
1. Sociologia, Pós-colonialismo e Teoria Social no Brasil (debate)
 
O grupo de leituras "Teorias da Periferia" do Laboratório de Estudos Brasileiros (LEB) do CPDOC, coordenado pelos professores João Marcelo Maia e Cláudio Pinheiro, convida para o debate em torno do tema Sociologia, pós-colonialismo e teoria social no Brasil, com o professor convidado Sérgio Costa (Freie Universitat/Berlin). O evento acontecerá no dia 22 de outubro, sexta-feira, às 10h, na sala 410.
 
Local: Fundação Getulio Vargas
Praia de Botafogo, 190. Auditório 410 (4º andar)
Data: 22 de outubro de 2010, sexta-feira
Horário: 10h
 
A entrada é gratuita e não é preciso fazer reserva. A FGV não permite o acesso de pessoas com shorts ou bermudas nem com sandálias tipo havaiana.
 
2. Laboratório de Estudos sobre Militares (apresentações)
 
Dando continuidade às suas atividades, o Laboratório de Estudos sobre Militares (LEM) do CPDOC convida a todos para sua quarta reunião no dia 28 de outubro às 15h, no auditório 1013.
 
No dia haverá apresentações de:

Helena Carreiras (Professora do ISCTE/ Instituto Universitário de Lisboa. IUL e vice-diretora do Instituto de Defesa Nacional de Portugal).
Comunicação: Opinião pública, defesa e Forças Armadas em Portugal
Maud Chirio (Doutora em História pela Sorbonne - Paris I, professora da Universidade de Paris Est - Marne la Vallée).
Comunicação: Mobilizações políticas e revoltas de oficiais durante a ditadura militar.

Local: Fundação Getulio Vargas
Praia de Botafogo, 190. Auditório 1013 (10º andar)
Data: 28 de outubro de 2010
Horário: 15h
A entrada é gratuita e não é preciso fazer reserva. A FGV não permite o acesso de pessoas com shorts ou bermudas nem com sandálias tipo havaiana.
 
3. Diálogos: Cultura e Inovação (seminário)
 
A coordenação do MBA em Gestão e Produção Cultural, uma parceria entre o CPDOC e a EBAPE da FGV, juntamente com o FGV Management, convidam parao Seminário sobre Diálogos: Cultura e Inovação, que visa discutir as mudanças em curso nas áreas da Cultura e da Economia Criativa, potencializadas pela sociedade em rede e pela convergência de mídias.


Dia 25/10, das 19h às 22h
Inovações em Políticas de Cultura e nos Modelos de Sustentação
Este bate-papo reúne realizadores envolvidos de diferentes formas na criação e gestão de políticas públicas de cultura para explorar ideias e alternativas para promover e financiar projetos culturais e diminuir a exagerada dependência dos mecanismos de renúncia fiscal.


Dia 26/10 – das 19h às 22h
Música e as Novas Mídias
Esta roda debaterá as muitas mudanças que o setor musical vem sofrendo a partir dos processos de inovação tecnológica e as novas formas de criação, difusão e fruição da música.


Dia 26/10 – das 19h às 22h
Inovações em Produção Cultural
Esta roda conversará sobre as novas formas de organização de produções culturais, viabilizadas ou influenciadas pelas redes sociais, baseadas na Internet e nos dispositivos móveis.
 
Para mais informações sobre estas mesas, clique aqui.
 
Local: Fundação Getulio Vargas
Praia de Botafogo, 190. Auditório do 12º andar.
Dias: 25 e 26 de Outubro de 2010
Horário: das 19 às 22 horas
 
A entrada é gratuita mas é preciso inscrever-se. As vagas são limitadas. INSCREVA-SE.
 
3. Europa, Brasil e América Latina: perspectivas e relações contemporâneas (evento)
PDOC da Fundação Getulio Vargas e o Institut d'Études Politiques de Grenoble (IEP-Grenoble/França) convidam para o evento Europa, Brasil e América Latina: perspectivas e relações contemporâneas, a realizar-se em 3 de novembro de 2010 entre 14h e 18h. A tarde será dedicada a duas sessões de discussão, traduzidas simultaneamente do francês para o português e do português para o francês. O evento não requer inscrição prévia, e acontecerá no Auditório 537 (5º andar) do prédio sede da FGV. O programa prevê:

Sessão 1:
Célia Himelfarb: “Crises financières et intégration régionale en Europe et en Amérique Latine”
Sabine Saurugger: “Les groupes d'intérêt (les groupes de lobbying) dans l'Union Européenne“
Ludmila Ribeiro: “Crime, Democracia e Cultura Política nos Estados Unidos e na América Latina”
Sessão 2:
Matias Spektor: “O Brasil Emergente: implicações para a ordem global”
Fabien Terpan: “L'Union Européenne en tant qu'acteur international”
Elena Lazarou: “A emergência do Brasil: implicações da política da União Européia para a América Latina”
Local: Fundação Getulio Vargas
Praia de Botafogo, 190. Auditório 537 (5º andar)
Data: 03 de novembro de 2010
Horário: 14h às 18h
A entrada é gratuita e não é preciso fazer reserva. A FGV não permite o acesso de pessoas com shorts ou bermudas nem com sandálias tipo havaiana.

 
4. Gordon Institute of Business Science vem ao CPDOC
 
Alunos de MBA do Gordon Institute of Business Science (Gibs), a principal escola de negócios da África do Sul, vieram em missão à FGV no dia 14 de outubro. O grupo de 38 estudantes assistiu a palestras sobre o Brasil na Ordem Global do século XXI, ministradas pelos professores de Relações Internacionais do CPDOC Elena Lazarou e Matias Spektor. A missão de Gibs tem ainda encontros com o BNDES, Vale, Petrobrás e o setor financeiro do Rio de Janeiro e de São Paulo. O CPDOC oferece desde 2008 o MBA em Relações Internacionais, coordenado pelo professor Matias Spektor. Mais informações em www.fgv.br/cpdoc/ri.
 

ALBUM DE FOTOS DA VIAJEM DO ADEMIR E SENHORA À RECIFE: A VENEZA BRASILEIRA











Morador de rua cuida de 10 cães

Rogério é um morador de rua que vive numa carroça coberta com 10 cães, entre eles, alguns encontrados em condições extremas - espancados pelos antigos donos, jogados pela janela de um caminhão, doentes, abandonados e esfomeados, largados ao léu, amarrados em postes etc.

Vive de doações de ração, remédio e comida. Os cães são muito bem tratados, mas dependem do amor e do carinho que o Rogério tem por eles e da caridade daqueles que o conhecem e admiram.
 
Ele fica próximo a pontos de ônibus na avenida Georges Corbusier, após a rua Jequitibás (região do Jabaquara, em São Paulo), os cães não atrapalham ninguém, são super-educados e simpáticos (todos castrado(a)s) e passam boa parte do dia dentro da carroça.

Ele é muito querido pelos comerciantes da região mas, o problema é durante a madrugada, bêbados ao volante e garotos usuários de droga da região tem sido um constante perigo.Rogerio ja foi espancado por jovens que chegaram a jogar alcool nele enquanto dormia com os cães dentro da carroça, por sorte não tiveram tempo de acender o fósforo, pois um dos cães latiu e o avisou do perigo.
Ele é um exemplo de como uma pessoa pode se doar. Alguém na condição dele, poderia ter escolhido outros caminhos, mas Rogério demonstrou coragem e decidiu perseverar. Além de ser uma pessoa de muito valor, faz caridade prá deixar muito bacana por aí no chinelo. Sua presença ilumina os lugares por onde passa, mas ele já está cansado e também não é mais tão jovem assim.

São muitas as agressões que ele e os cachorros vêm sofrendo, que vão desde o assalto ao espancamento, até atentados contra a vida como esfaqueamento e atropelamento. Enfim, é muito sofrimento para alguém que luta tanto. Na região todos o conhecem e apreciam, tanto que na última vez que uma turma veio bater nele porque queriam roubar suas coisas, o dono de um bar próximo saiu para enfrentar os safados e começou a dar tiros, colocando todos em fuga. Mesmo assim, o Rogério passou dois dias no hospital por conta dos machucados recebidos e, se não fosse pela intervenção do dono do bar, os cachorros já seriam órfãos.
Assim, diante de tudo isso, peço que ajudem a divulgar esta história para que o Rogério possa conseguir uma oportunidade que lhe propicie melhores condições de moradia e de vida, em qualquer cidade, para que ele possa cuidar não somente dos seus, mas de outros tantos cães abandonados por esse Brasil e que precisam de muitos cuidados e de carinho. Já lhe ofereceram abrigo mas, desde que os cães ficassem para trás, o Rogério recusou, pois para ele, estes cães são como filhos; são sua familia.

`As vezes faltam palavras que possam definir a grandeza de uma alma como esta, que mesmo não tendo quase nada para si, dá o pouco que tem para minorar o sofrimento desses pobres animais de rua. Muito mais importante dos que a aparência, a riqueza e o poder ostentado pelas pessoas, são suas atitudes e seus valores éticos e espirituais.

Cada dia que passa, aprendo a admirar cada vez mais o ser humano que ele é.


COLABORAÇÃO DE MEU GIGANTE AMIGO PAULO DAMASCENO
CONTRIBUTION BY DEAR FRIEND PAULO DAMASCENO
Outro dia ele estava levando todos os cães a um pet shop para tomarem banho - 11 cachorrinhos felizes – eram originalmente 10, mas agora apareceu mais um, um fox paulistinha que eu não conheci porque no momento que conversavamos estava no banho. Ele disse que havia passado remédio contra pulgas nos cachorros e que o tal remédio é meio melado, e então teve que dar banho em toda a tropa. Perguntei quanto ele iria gastar para dar banho em todos os cachorros e ele, sorrindo como sempre, disse que a moça do pet shop o ajudava e não cobrava nada. Santa alma! Aí eu perguntei a ele – e você? Onde toma banho? Ele me respondeu que tomava banho no posto de gasolina da esquina, banho frio, gelado mesmo. Disse que como era nordestino, estava acostumado.


Atividade Procedimental I: Trabalho em grupo 9º Ano 2 Pesquisa, Produção e Recuperação Continua de Geografia

 Alunos  desenvolvem atividade de  Recuperação Contínua - Revisão dos temas abordados nos bimestres anteriores -  em grupos de traba...