quinta-feira, 21 de maio de 2009

HISTORIA DO ROCK NO BRASIL III Made In Brazil

Grupo de rock paulistano criado em 1967 (Oswaldo Vecchione, baixo; Celso Vecchione, guitarra; Cornelius, voz; Percy, voz; Leli, guitarra; Júnior, bateria) , gravou quatro LPs na década de 70, surgindo como um dos pioneiros do hard-rock nacional. Tendo como público-alvo os jovens, os membros do conjunto se apresentavam com o clássico visual rock: calças de couro, cabelos compridos, postura agressiva. De 1974 a 1980 foram contratados da RCA, que lançou seus principais discos. Alguns sucessos foram "Jack O Estripador", "Anjo da Guarda" e "Minha Vida É o Rock'n'roll". Uma coletânea da série Acervo e o disco ao vivo "Pirata" foram relançados em CD.Cá entre nós, embora goste da maior parte da produção musical dos caras, em diversas oportunidades ao longo dos anos, tive oportunidade de ve-los, ouvi-los e conhece-los, e posso afirmar que são umas inguas, os acaras são muito metidos a besta. Posso acrescentar que o Oswaldo apesar de ser um baixista mediocre, não conseguiu ofuscar a importancia histórica da banda dentro do cenário paulista e brasileiro.Vamos deixar claro: Eu gosto do som da banda! Meu disco preferido tem o nome da minha musica preferida do Made, é Minha Vida é Um Rock &Roll.
Segue a lista das musicas deste LP, gravado em 1981 pela RCA Victor + a frente e o verso da capa do vinil:

1 - Fim de semana
(O.Vecchione - C.Vecchione)
2 - Mickey Mouse, a gata e eu (A certain girl)
(
Ricardo Petraglia - N.Neville)
3 - Menina
(
Osvaldo Vecchione)
4 - Rock'n'roll suicídio
(
Osvaldo Vecchione)
5 - Eu quero mesmo é tocar
(
Osvaldo Vecchione)
6 - Assopraram a velhinha
(
O.Vecchione - R.Fenili)
7 - Futebol
(
Osvaldo Vecchione)
8 - Minha vida é rock'n'roll
(
Osvaldo Vecchione)
9 - Caribas 93 (Tributo a Bo Diddley)
(
Osvaldo Vecchione)
10 - Comendo a poeira da estrada

(Osvaldo Vecchione)
11 - Gatinha fujona (Volte pra mim)
(A.Medeiros - O.Vecchione)
12 - Me faça sonhar - Parte I
(Osvaldo Vecchione)
13 - Me faça sonhar - Parte II
(Osvaldo Vecchione)

HISTORIA DO ROCK NO BRASIL II : O Peso

Em Busca do Tempo Perdido de 1975




Este disco é uma das maiores provas do completo descaso da indústria fonográfica nacional para com seus tesouros.
Como é possível uma obra em pé de igualdade com clássicos como 'Fruto Proibido' (Rita Lee & Tutti-Frutti), 'Made In Brazil' (Made In Brazil), 'É Proibido Fumar' (A Bolha) e 'Você Sabe Qual O Melhor Remédio' (Tutti-Frutti), itens obrigatórios em qualquer cdteca de rock (com 'R').
No caso deste trabalho, apesar da ingenuidade e alienação de seu texto, sua qualidade é inquestionável não só para os padrões -musicais e de produção- da década de seu lançamento mas como parâmetro para a música que estamos sendo obrigados a consumir hoje neste país.
Peooalmente posso me considerar um sujeito abençoado, por ter tido a oportunidade de ver essa banda, lendária, em minha própria "casa", para ser mais preciso no entãso caping: Recanto dos Laranjais, numa festa homérica do rock nacional, juntamente com Patrulha do Espaço, Made in Brazil, o Terço, Cefaléia, Urubus, e outras cujo nome ja nem me lembro mais!
Imaginem vcs, isso no final dos anos 70, ditadura militar, eu contava na ocasião + ou - 16 pra 17 anos! Prefiro livrá-los dos detalhes sórdidos, por motivos óbvios. Posso garantir, no entanto, que ferviam possibilidades de expansão de nossa criatividade, talento e emoção...porra meu!que saudade!!!