quinta-feira, 2 de abril de 2015

Epidemia de Dengue + Falta de Médicos no Frei Galvão = Caos no atendimento pediátrico em Limeira Quarta feira 01/ 04/ 15 e Não é mentira

Quarta feira meu filho ja estava diagnosticado como contaminado com a dengue, e também já havia me dito que não queria voltar ao hospital por que nas palavras dele " demora muito e o lugar é muito chato". 
Pois bem, pobre garoto, apresentou um sangramento no nariz! Lá vamos nós correndo pro Frei Galvão procurar socorro médico ( medo da hemorragia). chegamos as 17h30m, fomos chamados a triagem as 18h28m.
 Até aí tudo brasileiramente aceitável...a coleta de sangue de meu filho foi feita as 20h30m! O menino ja estava agoniado! 
Eu cansado depois de um dia cheio, lembre-se, sou professor! 
A mãe dele estressada com um numero grande de afazeres domésticos e de trabalho acumulando, foi ficando "pilhada"...claramente chegando num overload.
E o hospital nesse estado...





Não achei "prudente" registrar os barracos que ocorreram na área interna com os médicos do plantão.
Mas ocorreram...ah! como ocorreram...e rolou muito constrangimento


Médico nervoso, pai de paciente irritado e muito bravo.
Bem... os resultados do exame de contagem de plaquetas e leucócitos ficou pronto em torno de 0h40 da quinta feira!
Eu dormi sentado com meu filho dormindo no meu colo.
Chegamos em casa 01h45...
Tudo bem que eu me levanto todo dia as 5h30 da manhã pra estar em sala de aul as 7hs.
Apenas um detalhe!


 Socorro poder público! Socorro! a população não merece!
Adicionar legenda