quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

JANUS: O deus duas caras...


Na mitologia Greco-Romana, JANUS é o deus dos portais e transições, inícios e fins.
Também é associada a ele a mudança entre a vida primitiva e a civilização, o obscurantismo e a ciência, o campo e a cidade e as cerimônias de mudança durante as vidas dos mortais.
É representado com duas faces, uma olhando para o passado, outra para o futuro. (Fonte: http://www.pantheon.org/articles/j/janus.html).
Jano (em latim Janus) foi um deus romano que deu origem ao nome do mês de Janeiro.
Era o porteiro celestial, sendo representado com duas cabeças, representando os términos e os começos, o passado e o futuro.
De fato, era o responsável por abrir as portas para o ano que se iniciava, e toda porta se volta para dois lados diferentes.
Por isso é conhecido como "Deus das Portas".
Também era o deus das indecições ,pois na mitologia se o-encontraseuma cabeça falava uma coisa e a outra cabeça falava outra coisa.
Jano.
Existem, no entanto, em alguns locais, representações daquele deus com quatro faces.
Em seu templo, as portas principais ficavam abertas em tempos de guerra e eram fechadas em tempos de paz.
De acordo com tradição só foram fechadas duas vezes na história — uma no reinado de Numa e outra no de Augusto.

Os romanos associavam Janus com a divindade etrusca Ani.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Conheço o Meu Lugar - Belchior - Gênio das letras

Tom: D - Introdução: C D C D C D E  - C D C D C D E 

 
G D

O que é que pode fazer o homem comum

Em

neste presente instante senão sangrar?

A

Tentar inaugurar a vida comovida,

D4 D D9

inteiramente livre e triunfante?

G D

O que é que eu posso fazer com a minha

Em

juventude - quando a máxima saúde hoje

A D4 D D9

é pretender usar a voz?

G

O que é que eu posso fazer - um simples

D

cantador das coisas do porão? (Deus fez

Em

os cães da rua pra morder vocês que sob a

A

luz da lua, os tratam como gente - é

D4 D D9

claro! - a pontapés.)

Em

Era uma vez um homem e seu tempo...

A

(Botas de sangue nas roupas de Lorca).

Em

Olho de frente a cara do presente e sei

A

que vou ouvir a mesma história porca.

G D

Não há motivo para festa: ora esta! Eu



não sei rir a toa!

Em

Fique você com a mente positiva que eu

A

quero a voz ativa (ela é que é uma boa!)

Em

pois sou uma pessoa.

A

Esta é minha canoa: eu nela embarco.

Em

Eu sou pessoa!

A

(A palavra "pessoa" hoje não soa bem -

pouco me importa!)

G D

Não! Você não me impediu de ser feliz!

Em

Nunca jamais bateu a porta em meu nariz!

Ninguém é gente!

A

Nordeste é uma ficção! Nordeste nunca

D4 D D9

houve!

G D

Não! Eu não sou do lugar dos esquecidos!

Em

Não sou da nação dos condenados!

A

Não sou do sertão dos ofendidos!

Você sabe bem:

D G Bm C

Conheço o meu lugaaaaaaaaaaaaar!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Revival! Musica Alucinação Do Gênio: Antonio Carlos Belchior

                       Alucinação                                                                                              

   Belchior



 
Eu não estou interessado

Em nenhuma teoria

Em nenhuma fantasia

Nem no algo mais

Nem em tinta pro meu rosto

Ou oba oba, ou melodia

Para acompanhar bocejos

Sonhos matinais...



Eu não estou interessado

Em nenhuma teoria

Nem nessas coisas do oriente

Romances astrais

A minha alucinação

É suportar o dia-a-dia

E meu delírio

É a experiência

Com coisas reais...



Um preto, um pobre

Uma estudante

Uma mulher sozinha

Blue jeans e motocicletas

Pessoas cinzas normais



Garotas dentro da noite

Revólver: cheira cachorro

Os humilhados do parque

Com os seus jornais...



Carneiros, mesa, trabalho

Meu corpo que cai

Do oitavo andar

E a solidão das pessoas

Dessas capitais



A violência da noite

O movimento do tráfego

Um rapaz delicado e alegre

Que canta e requebra

É demais!...

Cravos, espinhas no rosto

Rock, Hot Dog

"Play it cool, Baby"

Doze Jovens Coloridos

Dois Policiais



Cumprindo o seu duro dever

E defendendo o seu amor

E nossa vida



Cumprindo o seu duro dever

E defendendo o seu amor

E nossa vida...



terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Peixes são encontrados mortos na margem do Rio Tietê em distrito de Jaú

04/12/2010 - 13:42


Atualizado em 06/12/2010 - 13:46


 
Técnicos da CETESB vão avaliar o local para descobrir a causa da mortandade



Falta de oxigênio e excesso de esgoto. Esse foi o laudo emitido pela Cetesb sobre a qualidade da água no Rio Tietê, em Barra Bonita. Essa foi a causa da mortantade de peixes registrada no fim de semana.


Pessoas que moram próximo ao rio fizeram a denúncia à Cetesb. Imagens gravadas em um telefone celular mostram vários peixes mortos. Segundo funcionários da prefeitura várias espécies estão espalhadas em um raio de 1 km.

Técnicos da Cetesb estiveram no local e coletaram amostra da água. O problema seria a falta de oxigênio no rio. A mortandade pode estar associada à poluição do Rio Tietê. O uso indiscriminado de fertilizantes à base de fosfato nos canaviais, levado pela enxurrada, além de lixo e esgoto lançado sem tratamento, ajudam na proliferação de algas

As algas formam uma camada na superfície da água que impede a entrada da luz solar. E isso gera desequilíbrio no ecossistema. Para a ambientalista, Gisele Marconato, a natureza precisa de ajuda e urgente. O Conselho Nacional do Meio Ambiente divulgou neste ano um relatório com metas de redução de emissão de fosfato nos rios.




Maiores informações na base da extração de dados:  http://tn.temmais.com/noticia/8/22/31021/



sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

REFLECTERE NO FIM DE SEMANA




as coisas mudam ao longo do tempo!!!


"Nunca desvalorize ninguém...

Guarde cada pessoa perto do seu coração, porque um dia você pode acordar e perceber que perdeu um diamante enquanto estava muito ocupado procurando pedras."

"O Destino decide quem vamos encontrar na Vida...

As Atitudes decidem quem Fica ..."

PRA DESCONTRAIR BOM FDS

Rir É o Melhor Remédio...

Com receita

 

Numa pequena cidade do interior do RS,

uma mulher entra em uma farmácia e fala ao farmacêutico:
 
__ Por favor, quero comprar arsênico.

__ Arsênico? Mas, não posso vender isso assim, sem mais nem menos!

Qual é a finalidade?

__ Matar meu marido.

__ Pra este fim, piorou, minha senhora.

Eu não posso vender....

A mulher abre a bolsa e tira uma fotografia do marido,

transando com a mulher do farmacêutico.

__ Ah boooom!...

COM RECEITA É OOOUUUTRA COISA!



FHC x Lula