sexta-feira, 16 de outubro de 2009

BLACK CROWES

Para dar inicio a mais um fim de semana sem grana, recomendo a lembraça dos Corvos Negros, banda que reúne todos os quesitos abaixo descritos num grupo que ha muito não se via antes disso. Sou consumidor desse som. Rock básico, notoriamente influenciado pela elementar sagrada tríade Stones-Beatles-Zepellin é o que fazem estes corvos negros. Agora, pegue estas influências e aditive-as com altas doses de criatividade, técnica e bom-gosto. Eleve sua concepção de rock and roll ao infinito e chegará perto do som destes rapazes. Liderados pelos irmãos Chris e Rich Robinson vocais e guitarras respectivamente, esta banda tem sido premiada com as melhores críticas por todos os cantos do mundo.É seguramente, a melhor banda de rock surgida nos últimos tempos. “By Your Side” eclipsa definitivamente a atmosfera demasiadamente lisérgica do álbum anterior, o apenas mediano “Three Snakes And One Charm”. Rock sem frescuras é o que você vai encontrar aqui. Quando “Go Faster” introduzir o álbum, explodindo em seus alto-falantes, você vai entender o que estou tentando transmitir, pois por mais que me esforce vou continuar passando a milhas do que as músicas dizem por si. A saída de Mark Ford, que dividia as guitarras com Rich, a despeito dos descrentes, em nada alterou a qualidade das composições e das intervenções individuais das guitarras, que continuam mortais. Recentemente Jimmy Page tem se engraçado pro lado do grupo, fazendo com que alguns mais eufóricos já sonhem com uma parceria Robinson-Page. Eu já comecei a me benzer!!!
As vocalizações de Chris Robinson parecem conservadas numa garrafa de bourbon tamanha a intensidade emocional transmitida, seja sozinho ou acompanhado por um excepcional fundo de backing vocals no melhor estilo da soul music. A cozinha coesa e pesada prepara o alicerce para os riffs mais inspirados do rock contemporâneo. Isto é apenas um prenúncio do que o álbum encerra. Prepare-se meu amigo para uma viagem de volta aos anos 70. Reserve tempo para este álbum e abra sua mente, não importa se você costuma ouvir discos deste estilo ou não. Neste caso o mais importante, e eu vou lembrá-lo, é frisar que este não é mais um disco de rock, mas um dos discos que serão lembrados como um dos mais injustiçados de todos os tempos. Um dos melhores do ano, podem apostar. Mantenha-o, portanto “by your side”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário