segunda-feira, 12 de abril de 2010

INTERE-SE FIQUE POR DENTRO SE CUIDE !!!

Cidades
Dengue chega a 156 casos
11/04/2010 - 06:04
Autor: Renata Caram

Os números revelam. Limeira vive até agora sua terceira maior epidemia de dengue em 11 anos.
Até anteontem a cidade contabilizava 156 casos positivos da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.
Os registros só são inferiores a 2001 e 2007 - anos em que o município somou 855 e 368 casos, respectivamente.
A conclusão que se tem é que a cidade pode fechar o ano de 2010 com mais ou menos registros em comparação aos anos em que a dengue "explodiu" no município.
Tudo vai depender de como a doença evoluirá daqui para a frente.
A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Limeira, Amélia Maria Pereira da Silva, explica que o aumento de casos já era esperado.
Isso porque uma das características da doença é que ela se manifesta de forma cíclica. Num ano os registros aumentam e em outro eles caem. "Vivemos, sim, uma epidemia de dengue.
A epidemia é constatada quando existe um aumento repentino de casos", revela.Para confirmar a "explosão" de registros de dengue, o Jornal de Limeira comparou dados de 2000 a 2010. Nesse período, 2000 e 2005 foram os anos com menos casos da doença.
Foram registrados dois e três casos positivos, respectivamente. E mais.
Sempre após uma epidemia os registros diminuem no ano seguinte. Em 2002, foram 10 casos contra 855 em 2001; e 48 (em 2008) contra 368 (em 2007). A queda confirma realmente que a doença é cíclica.
CRIADOUROS
Para combater a dengue só há uma maneira - eliminar os criadouros do mosquito. Na sua maioria, eles estão nos quintais das residências. "A população é nossa principal parceira no combate à dengue", fala Amélia Maria.
Como os registros estão aumentando na cidade fica comprovado que os limeirenses estão deixando de "fazer a lição de casa".
Ou seja, eles mantêm os quintais sujos e com criadouros do Aedes aegypti.
A participação dos profissionais da Saúde também é essencial.
Sem as notificações e encaminhamento das amostras de sangue para análise a doença não é diagnosticada.
Os casos ocultos só contribuem ainda mais para o avanço da dengue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário