quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Sobre a Vírgula - (Associação Brasileira de Imprensa) - Muito legal a campanha dos 100 anos da ABI


Vírgula pode ser uma pausa... ou não.

Não, espere.
Não espere...

Ela pode sumir com seu dinheiro.

23,4.
2,34.



Pode criar heróis..

Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.



Ela pode ser a solução.

Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.



A vírgula muda uma opinião.

Não queremos saber.
Não, queremos saber.



A vírgula pode condenar ou salvar.

Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!



Uma vírgula muda tudo.

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.
 
Detalhes Adicionais:

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER...
* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM...

 
'Um homem rico estava muito mal, agonizando.
Pediu papel e caneta.
Escreveu assim:
 

'Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres. '

Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram quatro concorrentes.

1) A irmã fez a seguinte pontuação:
Deixo meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.



2) O sobrinho chegou em seguida. Pontuou assim o escrito:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres



3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.



4) Aí, chegaram os descamisados da cidade. Um deles, sabido, fez esta interpretação:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres.



Moral da história:
'A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras. Somos nós que fazemos sua pontuação.

E isso faz toda a diferença.
 
 
Fonte: Colaboração da amiga colega professora Claudia de Artes

Nenhum comentário:

Postar um comentário