terça-feira, 17 de julho de 2012

Tecladista do Deep Purple: Jon Lord, 71 anos, morreu de embolia pulmonar


Foto: Geety Images

Jon Lord, tecladista original do Deep Purple,
 morreu nesta segunda-feira (16)
devido a uma embolia pulmonar,
em uma clínica de Londres.
Ele tinha 71 anos e lutava contra um câncer no pâncreas.
A informação foi confirmada pela produtora de inglesa Guest Pr, que cuidava da carreira do músico.
Além de compor muitos sucessos do Deep Purple, entre 1968 e 1976 e depois em 1984 a 2002, ele também fez parte do Whitesnake e também ficou conhecido por seu trabalho solo de música clássica. No comunicado, a empresa diz que o música passa da "escuridão" à luz.
Virtuoso e prolixo, Lord é conhecido por produzir ao lado Ian Gillan (principal vocalista do Deep Purple) o lendário Concerto for Group and Orchestra,
 espetáculo de música clássica tocada pela banda e a Orquestra Filarmônica Real em 1969.
A apresentação, conduzida por Malcolm Arnold, foi repetida em 1999, no Royal Albert Hall, desta vez pela Orquestra Sinfônica de Londres.
Entre suas composições ao lado do Deep Purple estão as clássicas Smoke on The Water, Chasing Shadows, Highway Star, além de ser responsável pelo riff de Child in Time.
Entre 1969 e 2011, Lord lançou 19 álbuns de música orquestral, solo ou ao lado do Deep Purple, sem o último Jon Lord Live (Bucharest 2009).
Em 2009, o músico se apresentou com o Concerto For Group And Orchestra na Virada Cultural de São Paulo.
Na época,
o regente Rodrigo de Carvalho conduziu a Orquestra Sinfônica Municipal ao seu lado.
De grande contribuição à música, Lord condecorado em 2010 como membro honorário da Stevenson College,
nos Estados Unidos.
Em 2011, ele também foi foi homenageado com o título de doutor honorário em música na Universidade de Leicester, cidade onde nasceu em 9 de junho de 1941.





Nenhum comentário:

Postar um comentário