segunda-feira, 24 de maio de 2010

DVD relembra o primeiro Salão de Humor do Brasil




DVD relembra o primeiro Salão de Humor do Brasil


Por Marcelo Naranjo (15/05/07)


Em plena época da ditadura militar, foi realizado, em São Paulo, o primeiro Salão de Humor de nosso país.

Idealizado por Fernando Coelho dos Santos, o 1º Salão Mackenzie de Humor e Quadrinhos, inaugurado em 1973, ganhará um DVD que relembra sua história.

Entre os parceiros e colaboradores daquele evento, estiveram nomes como Zélio Alves Pinto e o pessoal do Pasquim, um dos jornais mais famosos daquele período.

A boa nova é que Fernando Coelho preparou uma verdadeira "viagem no túnel do tempo", na forma de um documentário que relembra como foi essa primeira edição do evento.

O DVD, com 15 minutos de duração, tem direção, textos e reportagem de Marcelo Dias e imagens de Antônio Pimentel, Gustavo Borges e Ivan Marchini, e é uma realização da TV Mackenzie. A obra será distribuída somente para pessoas convidadas num coquetel que será realizado no Jeremias, o Bar (São Paulo/SP), neste mês de maio.

Fernando informou ao Universo HQ que o DVD não estará à venda, mas que o filme passou recentemente na TV Universitária, e que, além de ter chances de entrar na programação da TV Cultura e da TV Futura, pode ser exibido em eventos da área, desde que não haja cobrança de ingresso. Outra possibilidade é que o documentário seja incluído em sites específicos, desde que com autorização da TV Mackenzie.

Outro ponto interessante foi a escolha do local para a exposição, na época. Devido ao trauma de 1968, da briga generalizada que ocorreu entre o pessoal do Mackenzie com o pessoal de Filosofia da USP, acabaram optando fazer o evento fora do Mackenzie, e ele ocorreu no Museu Lasar Segall (São Paulo), em outubro de 1973, e no Museu da Arte Moderna (Rio de Janeiro), em dezembro do mesmo ano.

Fernando destacou, entre os pontos positivos de ter sido responsável por essa iniciativa, "uma alegria enorme em poder realizar um feito que beneficiou a cultura e os artistas brasileiros; uma prova de que os estudantes podem ousar e a recompensa de ver meu trabalho reconhecido e registrado nos anais".

A partir da primeira edição do Salão Mackenzie, jovens jornalistas de Piracicaba pediram a ajuda de Zélio e do Pasquim para realizar o já tradicional Salão Internacional de Humor de Piracicaba.

Frutos posteriores surgiram com o passar dos anos - o Salão Internacional de Humor do Piauí, o Salão de Humor de Volta Redonda, o Festival Internacional de Humor e Quadrinhos de Pernambuco, o Salão Carioca de Humor e o Salão de Imprensa de Porto Alegre.

Outros eventos contemplando a temática foram aparecendo por todos os cantos do país, destacando-se os de Foz do Iguaçu, Caratinga, Bahia, Brasília e Minas Gerais.

Finalizando, Fernando comentou que o lançamento do DVD representa "o registro do evento pioneiro que deu sustentação ao aparecimento de outros. Com a sua veiculação nos eventos de desenho de humor e de quadrinhos brasileiros e, eventualmente, internacionais, ampliará o conhecimento da nossa longa história de realização nesta área, o que, acredito, servirá de apoio aos nossos artistas".

"Também é um registro do que pode ser feito, mesmo com dificuldades, sem medo de ser feliz. E cabe um comentário, feito pelo pelo Gualberto (Costa, um dos criadores do Troféu HQ Mix): o desenho do Salão Mackenzie até hoje é utilizado. Inclusive foi copiado por salões internacionais. Um dos detalhes: os trabalhos até hoje medem 30x40!", concluiu.

A celebração, que ocorrerá neste mês de maio, tem como objetivo reunir pessoas que contribuíram para a realização deste sonho, bem como disseminar para a sociedade a cultura dos quadrinhos e do humor, que conta com grandes nomes saídos desses eventos.

Entre eles, figuram cartunistas que hoje atuam na grande imprensa, tais como Laerte, Paulo e Chico Caruso, Angelí, Luscar, Glauco, Lailson, Dálcio Machado, Pelicano, Jean, Spacca e muitos outros

Nenhum comentário:

Postar um comentário