terça-feira, 15 de março de 2011

Mao Tsé-Tung

Mao Tsé-Tung, (em chinês tradicional:毛澤東; e em chinês simplificado: 毛泽东, Mao Tse-tung pela transliteração Wade-Giles, ou Máo Zédōng, pela pinyin), (Shaoshan, 26 de Dezembro de 1893 - Pequim, 9 de Setembro de 1976), foi um teórico chinês, político e líder comunista revolucionário.
Ele liderou a República Popular da China desde a sua criação em 1949 até sua morte em 1976.
Sua contribuição teórica para o marxismo-leninismo, estratégias militares, e suas políticas comunistas são conhecidas coletivamente como Maoísmo.
Mao continua sendo uma figura controversa na atualidade, com um legado importante e igualmente controverso e constante.
Na China é visto oficialmente como um grande revolucionário, estrategista, mentor político e militar e salvador da nação.
Muitos chineses acreditam também que, através de suas políticas, ele lançou os fundamentos econômicos, tecnológicos e culturais da China moderna, transformando o país de uma ultrapassada sociedade agrária em uma grande potência mundial.
Além disso, Mao é visto por muitos como um poeta, filósofo e visionário.
Como conseqüência, seu retrato continua a ser caracterizado na Praça Tiananmen e em todos as notas Renminbi.
Inversamente, no Ocidente, Mao é acusado de com seus programas sociais e políticos, como o Grande Salto Adiante e a Revolução Cultural, causar grave fome e danos a cultura, sociedade e economia da China. Políticas de Mao e os expurgos políticos de 1949-1975, provocaram a morte de 50 a 70 milhões de pessoas.
Desde que Deng Xiaoping assumiu o poder em 1978, muitas políticas maoístas foram abandonadas em favor de reformas econômicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário